A revolução do 25 de Abril de 1974 trouxe a Portugal Liberdade, pondo fim a um longo período de Ditadura fascista de 49 anos. Após 1976 houve retrocessos graves no processo desta revolução, patrocinada por partidos reaccionários de direita tendo como aliados algumas famílias Fascistas. Portugal foi caminhando o trilho de uma sociedade capitalista, geradora de profundas injustiças sociais.



Neste blog iremos denunciar os sistemáticos atentados que todos os dias ocorrem às Liberdades, Direitos e Garantias que herdámos de homens e mulheres que lutaram para que fosse possível o maior acontecimento histórico do século xx em Portugal.



sábado, 5 de dezembro de 2009

Truques com fermento

Todos se lembram de há um ano quando o Governo aprovou sozinho a Nacionalização do BANCO BPN.
Claro que nesta espécie de Nacionalização à moda da direita em que o Estado (todos os Portugueses) o salva, pagando o buraco em que os irresponsáveis pobres gestores e accionistas de referencia intelectual capitalista nos meteram, o Governo nacionaliza os prejuízos do banco e a oposição de direita bate palmas na esperança de logo que o problema esteja resolvido os abutres lhe deitem as mãos e exijam uma rápida privatização para o bem do crescimento da economia. (de qual?)
Num pais com quase 10% de desempregados em que destes quase metade não tem qualquer tipo de subsidio de desemprego, em que no Ensino, os jovens estudantes tem de fazer créditos para pagar as propinas, onde as desigualdades entre os que mais têm e que menos têm (ricos e pobres/maravilhosos e miseráveis) agrava-se de ano para ano, esta inegável situação a que chegamos deixa claro que o partido que governa, em bloco com o maior partido da oposição, são de natureza capitalista (ou seja de direita).
Vejamos os truques usados para que aquela coisa a que chamaram de nacionalização tenha conseguido chegar até a realidade actual com toda a direita maravilhada:
1º- Buraco do BPN-----------------7oo milhões de euros
2º- Buraco (final de 2008) – ------1800 milhões de euros
3º Buraco (Março de 2009) ------2100 milhões de euros
4º Buraco (Banco de Portugal) – 2400 milhões de euros
5º Buraco (Junho) ---------------– 2700 milhões de euros
6º Buraco -----------------------------?
Dados: Deputado Honório Novo (no JN)

Estes padeiros (de fazer crescer outro tipo de massa) a que chamo de capitalistas, para se manterem como classe dominante da economia e em nome da crise pouco se importam se as famílias portuguesas estão a perder qualidade de vida, se os filhos dos trabalhadores podem vir a passar fome depois de estes também em nome da crise serem despedidos, porque claro cumprem com rigor as leis laborais! Quando se fala de ajudar esta gente em precária situação nunca há dinheiro, mas para salvar o Banco, todo o necessário! Fome provoca humildade! (quantas vezes já ouvimos estas palavras?)
PCP tem alertado para estes e outros ataques (truques) capitalistas, mas contudo é difícil perceber o porquê de os portugueses ao fim de 34 anos continuarem a votar naqueles que lhes fazem mal.

Pergunta: 34 Anos de porrada! Não basta de porrada?