A revolução do 25 de Abril de 1974 trouxe a Portugal Liberdade, pondo fim a um longo período de Ditadura fascista de 49 anos. Após 1976 houve retrocessos graves no processo desta revolução, patrocinada por partidos reaccionários de direita tendo como aliados algumas famílias Fascistas. Portugal foi caminhando o trilho de uma sociedade capitalista, geradora de profundas injustiças sociais.



Neste blog iremos denunciar os sistemáticos atentados que todos os dias ocorrem às Liberdades, Direitos e Garantias que herdámos de homens e mulheres que lutaram para que fosse possível o maior acontecimento histórico do século xx em Portugal.



segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

A população de Gandra luta para o necessário prolongamento de horário de funcionamento do seu Centro de Saúde, até ás 20 horas.

Foi nos dado a conhecer que no dia 30 de Dezembro, o Movimento de Utentes do Centro de Saúde de Gandra enviou um pedido de reunião a Exma. Directora Executiva do Agrupamento de Centros de Saúde Tâmega II- Vale do Sousa Sul

 No seguimento de uma iniciativa de recolha de assinaturas junto da população de Gandra, que um grupo de cidadãos dinamizou um Baixo-Assinado que pretende sensibilizar os responsáveis regionais da Saúde para o necessário prolongamento de horário de funcionamento da sua Unidade de Saúde, até ás 20 horas.
Consideram ser da maior justiça esta exigência, que sendo benéfica para a população, equipara Gandra à situação já existente em outras localidades do concelho de Paredes (Parede Cidade,Baltar,Sobreira,Rebordosa).

Solicita o grupo promotor da iniciativa uma reunião com a Direcção Executiva do ACES Tâmega II- Vale do Sousa Sul para entrega do referido Baixo- Assinado e informação de esclarecimento.

"Filhos de Abril":
É do nosso conhecimento que esta reivindicação conta com o apoio da CDU Gandra/Paredes, pois foi proposta de campanha nas ultimas eleições autárquicas.

A CDU assumiu que apoiava a população de Gandra na defesa deste legitimo direito a Saúde em igualdade de horário de funcionamento como têm os Centros de Saúde das Freguesias vizinhas.

Nós os "Filhos de Abril" também achamos que freguesias do mesmo concelho não podem ter direitos diferentes(uns filhos da mãe outros....).

Como todos sabemos, a Unidade de Saúde de Gandra tem um horário de funcionamento que não corresponde as necessidades reais das populações abrangidas. Temos conhecimento que em outras unidades de Saúde do Concelho de Paredes o respectivo horário de funcionamento se estende até as 20 horas, com óbvio benefícios para toda a população abrangida, que tem assim melhores condições de acesso a cuidados de saúde de qualidade.

Gandra Cidade-Universitária com uma população a rondar os 6000 Habitantes, Tenham mais respeito!!!!