A revolução do 25 de Abril de 1974 trouxe a Portugal Liberdade, pondo fim a um longo período de Ditadura fascista de 49 anos. Após 1976 houve retrocessos graves no processo desta revolução, patrocinada por partidos reaccionários de direita tendo como aliados algumas famílias Fascistas. Portugal foi caminhando o trilho de uma sociedade capitalista, geradora de profundas injustiças sociais.



Neste blog iremos denunciar os sistemáticos atentados que todos os dias ocorrem às Liberdades, Direitos e Garantias que herdámos de homens e mulheres que lutaram para que fosse possível o maior acontecimento histórico do século xx em Portugal.



segunda-feira, 8 de março de 2010

Defender Abril é defender a água pública!

Foi a revolução de Abril e o processo que se lhe seguiu, as nacionalizações, a Constituição de 1976 e a Lei de Delimitação dos Sectores (1977) que a água, a produção hidroeléctrica e as indústrias essenciais passaram a ser públicas. A água passou a ser nessa altura, «de todos», e alterou-se o objectivo da administração pública. Os serviços públicos e a água foram uma conquista de Abril, foram ganhos. São do período logo a seguir ao 25 de Abril, impulsionados pela reforma agrária, a maioria dos aproveitamentos hidro-agrícolas colectivos e de fins múltiplos, que existem hoje. É também desta época a extensão da rede eléctrica a todo o país e o grande avanço no abastecimento público de água.