A revolução do 25 de Abril de 1974 trouxe a Portugal Liberdade, pondo fim a um longo período de Ditadura fascista de 49 anos. Após 1976 houve retrocessos graves no processo desta revolução, patrocinada por partidos reaccionários de direita tendo como aliados algumas famílias Fascistas. Portugal foi caminhando o trilho de uma sociedade capitalista, geradora de profundas injustiças sociais.



Neste blog iremos denunciar os sistemáticos atentados que todos os dias ocorrem às Liberdades, Direitos e Garantias que herdámos de homens e mulheres que lutaram para que fosse possível o maior acontecimento histórico do século xx em Portugal.



quarta-feira, 28 de abril de 2010

O MOCHO


            Em Paredes dá-se um fenómeno curioso: há alguém que não desiste de nos contar o que se passa nas reuniões do Executivo e da Assembleia Municipal. Após essas reuniões lá vem a habitual crónica escrita.
            Mas esses relatos são tão parciais e tão originais que me obrigam sempre a concluir que o autor de tão peculiares crónicas certamente não consegue ouvir convenientemente o que se passou. 
            Sinto-me portanto obrigado a propor uma solução logística aos Senhores Presidente da Câmara e da Assembleia Municipal. Por favor, em nome do bom nome dos políticos locais, instalem no meio dos lugares dos vereadores ou das cadeiras dos membros da Assembleia um banquinho para o nosso repórter politico – institucional.
            Com um simples banquinho talvez o disparate e a mesquinhez se atenuem.
            Apesar de não ter conseguido ser candidato, nem muito menos ser eleito, ele merece pelo menos a solidariedade de um mocho. 

    * mocho- versão popular de banco de madeira

Filhos de Abril