A revolução do 25 de Abril de 1974 trouxe a Portugal Liberdade, pondo fim a um longo período de Ditadura fascista de 49 anos. Após 1976 houve retrocessos graves no processo desta revolução, patrocinada por partidos reaccionários de direita tendo como aliados algumas famílias Fascistas. Portugal foi caminhando o trilho de uma sociedade capitalista, geradora de profundas injustiças sociais.



Neste blog iremos denunciar os sistemáticos atentados que todos os dias ocorrem às Liberdades, Direitos e Garantias que herdámos de homens e mulheres que lutaram para que fosse possível o maior acontecimento histórico do século xx em Portugal.



sábado, 26 de novembro de 2011

O Sargento Fernandes, da GNR de Penafiel à “falsa fé” agrediu um dirigente sindical enquanto este mostrava a sua credencial de “Membro do Piquete de Greve”.



O Sargento Fernandes, da GNR de Penafiel, na Greve Geral impediu o Piquete de exercer a sua actividade.


À “falsa fé” agrediu um dirigente sindical enquanto este mostrava a sua credencial de “Membro do Piquete de Greve”.

O Piquete tem o direito de ir falar com os trabalhadores para os tentar convencer a aderir à Greve. A GNR de Penafiel tentou impedir o exercício deste direito.

Este Sargento Fernandes já em acções de Luta anteriores carregou sobre os trabalhadores em piquete.

Apela-se a todos aqueles que prezam a liberdade, a democracia e os valores do 25 de Abril façam chegar mensagens de repúdio à Guarda Nacional República de Penafiel (ct.prt.dpnf@gnr.pt), à Direcção de Justiça e Disciplina da GNR (djd@gnr.pt) e ao Comando Geral da GNR (cg.gabcg@gnr.pt).

Este indivíduo não tem condições para ser agente da GNR.

Demitam-no!

Ver video das agressões ; Sargento Fernandes